quarta-feira, 16 de junho de 2010

Governo adiciona 1,4 mil novas conexões a programa de inclusão digital




Por Luís Osvaldo Grossmann 

O Ministério das Comunicações vai assinar até o dia 30 deste mês, aditivos ao contrato do Gesac para ampliar em cerca de 1,4 mil pontos as conexões à internet – além portanto dos 11,9 mil pontos já previstos. Com os aditivos, o custo mensal do programa, de R$ 3,29 milhões, será aumentado em aproximadamente R$ 1 milhão.

A ideia original era ampliar a cobertura em 3 mil pontos, mas como os dois satélites StarOne utilizados pela Embratel estão no limite da capacidade, optou-se por reduzir esse número e garantir conexões melhores – a velocidade média de conexão passará a ser de 750 kbps, contra a média atual de 512 kbps.
“Os dois satélites usados pela Embratel estão totalmente utilizados, sendo que o Gesac sozinho utiliza um quarto da capacidade dos 32 transponders. Então reduzimos os pontos extras para aumentar a velocidade. Não teremos mais velocidades de 256 kbps”, explica o diretor do Departamento de Serviços de Inclusão Digital do Minicom, Heliomar Medeiros de Lima.

Dos 1.460 novos pontos, 910 se referem a conexões via satélite, enquanto os outros 550 são em conexões terrestres, por ADSL, referentes a área da Oi/Brasil Telecom. Como no contrato original, assinado em 2008, a ampliação de cobertura se dará em todo o país, mas especialmente no interior e nos estados do Norte e Nordeste. O plano é que os novos pontos sejam conectados ainda em 2010.

O Minicom ainda estuda uma nova ampliação de pontos do Gesac, para estende-lo a 800 novas localidades.
Essas conexões seriam terrestres e ainda dependem da definição dos pontos, para que seja verificada a viabilidade das ligações. Nesse caso, no entanto, o ministério planeja fazer uma nova licitação.










CONECTE!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário